Destaque

Apresentação

Esta página tem a intenção de falar sobre a Pérsia, não a Pérsia sucumbida, a que findou, aquela tomada por aquele tarado, anão, grego e descarado. Mas a da mente, a do imaginário. Enfim, a Pérsia perfeita. A que nunca foi destruída e conquistada. A que é  eternamente salva. Venho vos falar por meio desse […]

Leia mais Apresentação

Amor

  Vontade de nunca deixar De sempre perseguir De sempre tocar, beijar   Vício que não tem fim Lembrança que não sai Fogo eterno do momento   Perfume que atrai Oposto irresistível Infinito dos sonhos   A adoração sem fim A paixão da alma O momento O vírus da vida O tudo   O engrandecimento […]

Leia mais Amor

O método (cap.3)

Nesse serviço não dá para ser porra louca e sair atropelando todo mundo. Tem que haver método, cuidado, saber como agir em cada situação. Disposição sem planejamento é nada. Se tivesse avisado antes daríamos um jeito de sumir com esses indícios. Pelos menos com os registros eletrônicos. Agora essa merda está no mundo, na web […]

Leia mais O método (cap.3)

O método (cap.2)

Não era nada demais, apenas um simples interrogatório e o vagabundo já estava pego. Não havia nenhuma mobilização para resgatá-lo. O morro já estava sob controle. Logo, não era necessário movimentar todos. Sem necessidade de usar força máxima, o blindado podia muito bem ficar onde estava. Enviei só alguns, em dois carros. Mais do que […]

Leia mais O método (cap.2)

O método (cap.1)

Era apenas mais um dia comum de trabalho. Estava olhando a avaria que uma granada fez no blindado quando entramos na Maré no dia anterior. Fomos lá, pois uma patrulha foi encurralada. Os vagabundos resistiram bastante, estão cada vez mais abusados, não sei no que vai dar isso. Não estavam só se protegendo, nos atrasando […]

Leia mais O método (cap.1)

Demiurgos: aviso de incêndio

Estão a prometer um novo céu e uma nova terra. Creem nisso e por isso promovem a escatologia. Tencionam fazer terra arrasada de tudo e recomeçar do nada. Se auto deificaram. Porém deuses não são. Entretanto, o que hoje vale a essência? O que vale é a aparência. Analisar argumento caiu em desuso, a moda […]

Leia mais Demiurgos: aviso de incêndio

Demiurgos: a convocação

As instituições estão todas corrompidas. Precisamos dar um basta. Afinal somos persas ou não somos. Ou temos sangue de barata.  O estamento todo está corrompido. Estes que aí estão, ocupando os mais relevantes cargos da nação, não nos representam. Portanto, não há mais diálogo. Não podemos estender a mão a eles em busca de reconciliação. […]

Leia mais Demiurgos: a convocação

Lágrimas

Tudo deu errado Nada aconteceu O grande dia virou cinzas Não existe mais no calendário   O mundo que poderia ter surgido Mas nem sequer foi semeado O sempre que virou pranto Expectativas frustradas Versos escritos à toa Tempo perdido Sonhos e planos dando lugar à ausência   Saudades do que nunca existiu Matéria que […]

Leia mais Lágrimas

Demiurgos: a pedidos

Os que se tem na conta do bem não percebem suas fraquezas e suas limitações Sendo o bem tomam suas ações sempre como boas pelo simples fato que foram eles que as realizaram Isso vale mais que qualquer argumento É uma Lei, uma evidência, um dado a priori Como se consideram o bem veem no […]

Leia mais Demiurgos: a pedidos

Demiurgos: os desmandamentos

O meio foi achado, bastava, agora, fazê-lo valer. Rezador da República seguiu com sua investigação, porém a velha legislação inviabiliza a plena realização do expurgo dos pecados e dos pecadores. Apesar de tantos entraves e empecilhos Rezador conseguiu conquistar corações e mentes em todo império. Muito disso graças ao Demiurgo que se tornou o arauto […]

Leia mais Demiurgos: os desmandamentos

Demiurgos: Eureka

Após receber a divina mensagem o Rezador da República não titubeou e foi aos seus pares. A quem me lê não equivoqueis pensando que o Rezador foi ao povo. Ora, ora, crianças ingênuas! Sabem de nada, inocentes! A mensagem foi clara. Dizia reunir-se com os pares. Pares não quer dizer semelhantes biológicos. Nada tem a […]

Leia mais Demiurgos: Eureka