O homem cordial (cap.1)

Meu honrado e bondoso pai serviu a nação como magistrado por décadas. Um Hércules que realizou seus doze trabalhos, aliás, mais que o herói grego, pois meu pai se dispôs a enfrentar tais desafios sem ter pecados a serem penitenciados. Foi reto e digno durante toda sua carreira, tamanha integridade moral lhe custou a nomeação […]

Leia mais O homem cordial (cap.1)

Síntona Fina (conto completo)

I Calor recorde na cidade esplendorosa, a semana inteira foi assim. Graças a Deus o final de semana repetia os dias úteis. Cleber só tem a agradecer, diante de seus olhos está a recompensa pela semana dura de trabalho e estudo. Logo ali, pouco após o término da base do morro, fica a orla mais […]

Leia mais Síntona Fina (conto completo)

Empoderada (cap.8)

– Não esperava isso de dona Antônia, não esperava mesmo. Aquele monte de voltas para perguntar se eu sabia alguma coisa do roubo. Demorou para eu atinar para a coisa. Só disse: o que a senhora quer dizer com isso? Aí, dona Antônia falou que não era para entender mal, pois quem sabe eu podia […]

Leia mais Empoderada (cap.8)

Empoderada (cap.7)

– Então, no dia seguinte a dona Ângela, mulher do seu Euclides, tocou a sineta. Tinha uma bronca danada daquela sineta, nunca chamava a gente, só usava a tal da sineta. A criatura não tem boca não? Essa mania de sempre economizar língua. E a gente por acaso é gado para ser chamado desse jeito. […]

Leia mais Empoderada (cap.7)

Empoderada (cap.6)

– Então, o delegado me chamou e perguntou de onde vinham meus proventos. Que raio é isso, perguntei. O doutor delegado repetiu a pergunta, só mudou a palavra. Perguntou de onde vinha minha renda. Disse que do meu trabalho na casa do seu Euclides. Então, fui informada que meu salário não vinha do seu Euclides, […]

Leia mais Empoderada (cap.6)

Empoderada (cap.5)

– Vixi, meu ex-patrão foi eleito de novo. Nada de novo. Isso é mais certo que a morte. Só se fala dessas eleições agora na TV, na nova política. Nova? Mas seu Euclides foi eleito de novo e pelo que eu entendi vai ocupar alguma coisa no governo. Quando trabalhei para ele, pra mais de […]

Leia mais Empoderada (cap.5)

Empoderada (cap.4)

– Outra coisa de outro mundo é esse gosto do seu Gustavo por coisas antigas da Europa.  Pelo que entendi trabalha com isso. Um dia seu Gustavo me perguntou o que eu achava. Eu disse que achava muito trabalho, imagina o trabalhão que deve dá para ariar essas armaduras todas, coitado do escudeiro. Imagina quando […]

Leia mais Empoderada (cap.4)